Conta Poupança | 5 motivos para ter uma – confira

Faça seu dinheiro render, não pague taxas para ter um investimento seguro são algumas das vantagens de abrir uma conta poupança.

O que você faz com o dinheiro que sobra todo mês? Se você não respondeu que você colocou esse valor na poupança, esteja preparado para mudar de idéia!

Esta conta é mais do que uma maneira de ganhar dinheiro: faz você juntar dinheiro, torna-se um fundo de emergência e economiza esse dinheiro sem cobrar taxas. Confira agora 5 boas razões para abrir uma e depositar seu dinheiro lá.

Confira cinco vantagens de ter uma Conta Poupança

1. O dinheiro rende

O valor que você recebe por deixar dinheiro na poupança não é muito. Por outro lado, dependendo do valor que você não recebe mais de US$ 10 por mês. Por outro lado, essa conta não cobra taxas, então se você mantiver o depósito todo mês, você sempre terá um saldo maior – e você nunca perderá dinheiro.

2. Você começa a economizar

Quem não tem o hábito de economizar dinheiro pode usar a poupança programada como aliada nesse novo hábito. Com essa opção, você escolhe um dia do mês para agendar um depósito automático.

Então, sempre na mesma data, o banco retira da sua conta corrente a quantia que você decidiu economizar e coloca esse dinheiro em suas economias.

3. Faz um fundo de emergência

Colocar o dinheiro na poupança é a melhor opção para quem quer ter uma reserva financeira. E saiba que você não terá dor de cabeça para resgatar o dinheiro, pois nessa conta você pode depositar e sacar o dinheiro quantas vezes precisar.

4. Não pague taxas sobre transações básicas

Aqui você pode fazer algumas operações simples de graça, como serviço, consulta de saldo e pagamentos. Fique ligado apenas no número de transações que você pode fazer porque a conta tem um limite de serviços básicos.

5. É melhor que deixar seu dinheiro debaixo do colchão

Se você é autônomo e recebe pagamento em dinheiro suficiente, que tal abrir uma conta poupança? Mesmo se você deixar pouco dinheiro em casa, é mais seguro deixar esse valor no banco e, na melhor das hipóteses, com algum retorno.