Bom negócio, já que as taxas são mais competitivas. Para pagar a formatura, que tal tentar novamente o Fies do Bradesco está em primeiro lugar em relação às taxas de juros mais baixas do que os outros cinco grandes bancos? Veja se vale a pena fechar o negócio com eles!

O Bradesco existe desde 1943 e está entre os maiores do país, principalmente quando se trata de financiamento de automóveis ou imóveis. Mas se você pretende comprar um veículo com esse banco, saiba que há um ponto tão importante quanto a credibilidade: a taxa de juros cobrada.

Quanto maior for a carta de crédito, mais você gastará para comprar seu carro. Por este motivo, compare as taxas devem estar no topo da sua lista quando se trata de pesquisa sobre o financiamento disponível no mercado.

Confira quais são as taxas médias de juros cobradas no Bradesco ! Quanto você gastaria para financiar um veículo com esse banco?

As taxas de juros do financiamento de carro do Bradesco

Confira os valores abaixo e descubra qual a posição dessa instituição em relação a outros cinco grandes bancos.

Quanto economiza se escolher o Bradesco

Ele tem a menor taxa de juros entre os principais concorrentes, por isso é importante verificar quanto você vai pagar menos para financiar seu carro lá.

Para isso, vamos comparar a proposta do Bradesco com o financiamento da Caixa Econômica Federal – que atualmente tem a maior taxa entre os grandes bancos.

Assim, você terá uma ideia do impacto dos juros no valor final do empréstimo.

Quem pode financiar um carro no Bradesco?

Tanto com a pessoa física e jurídica. Os documentos necessários para o indivíduo são: RG, CPF, comprovante de residência e comprovante de renda.

A documentação exigida para a pessoa jurídica não foi informada pela empresa, mas provavelmente terá que apresentar o CNPJ da empresa, além de fazer um registro no banco.

Taxas cobradas sobre o financiamento de carros no Bradesco

O Bradesco não fornece a tabela de taxas cobradas, por isso é importante verificar essas informações antes de contratar seus financiamentos. Alguns bancos cobram para alterar informações no registro e transferir a dívida para outro comprador, por exemplo.

É possível escolher entre financiamento comum (também chamado crédito direto ao consumidor ou CDC) e leasing. No último exemplo, menos comum hoje, o carro fica em nome do banco até o final da dívida. A economia será muito maior!